A importância da drenagem do solo para o sucesso das lavouras

drenagem do solo

A maioria dos produtores agrícolas não possuem conhecimento aprofundado em hidrologia e drenagem. Por outro lado, é necessário entender ao menos o básico sobre drenagem do solo para evitar que seus campos inundem e para controlar a erosão em torno dos sistemas de irrigação e estradas agrícolas.

As chuvas em excesso são o principal problema que exigem a necessidade de realizar a drenagem do solo, mas lençóis freáticos localizados abaixo da plantação também podem interferir na qualidade do solo. Nos dois casos, é preciso observar atentamente o solo, já que o excesso de água ou água parada podem comprometer o desenvolvimento da lavoura.

Por que realizar a drenagem do solo?

A drenagem do solo é de grande importância para que todo o excesso de água residual – seja superficial ou subterrâneo – possa fluir do local de plantação e chegar a tanques de retenção ou outras áreas de processamento.

Altos níveis de chuvas sazonais vão além de suprir as necessidades de uma cultura e saturam o solo a ponto de inundar. As safras morrem rapidamente quando a água permanece por mais de um ou dois dias, uma vez que as raízes não conseguem absorver o oxigênio dos espaços entre o solo.

Por isso, é fundamental realizar a drenagem do solo em sua propriedade. Quando feita de maneira adequada, ela é capaz de trazer importantes benefícios que refletem diretamente na produtividade e qualidade das lavouras. Confira os principais:

Aumento do potencial de rendimento

Solos muito úmidos criam condições anaeróbicas para as raízes das culturas, resultando em condições de crescimento ruins, o que tem um efeito direto no potencial de rendimento do campo.

Já os solos bem drenados maximizam as taxas de crescimento e desenvolvimento da cultura, garantindo que os nutrientes necessários, oxigênio e oligoelementos sejam disponibilizados para a planta através do solo.

Melhoria na qualidade do solo

Além dos benefícios acima, a drenagem melhora a qualidade do solo de maneira geral. Outros importantes benefícios podem ser notados no controle da salinidade, recuperação de solos alcalinos ou salinos e redução da perda de nutrientes pelo processo de lixiviação.

Maior eficiência na aplicação de sementes e insumos

As aplicações de sementes, fertilizantes e outros insumos representam uma proporção substancial dos custos totais gerais de crescimento da maioria dos sistemas de cultivo convencionais modernos.

Para funcionar bem, esses insumos precisam de solos e cobertura vegetal consistentes e estáveis ​​para maximizar seus benefícios. Ou seja, o solo precisa estar bem drenado e sem excesso de água para não comprometer a eficácia das sementes e produtos.

Prevenção da erosão

Ao direcionar o excesso de chuva e escoamento da irrigação para valas e canais de drenagem alinhados e estabilizados, é possível limitar a erosão do solo. Como a combinação de erosão eólica e hídrica favorece a perda do solo, é essencial limitar essa perda o máximo possível.

A erosão faz mais do que apenas remover o volume de solo. Também desestabiliza estradas, encostas e margens de lagoas e canais de irrigação. Portanto, a drenagem do solo também é uma alternativa para evitar que esses problemas aconteçam.

Facilidade no uso de maquinários

Os solos úmidos se tornam inacessíveis para máquinas agrícolas porque o equipamento pode acabar ficando preso no solo. Ter solos bem drenados permite que os equipamentos agrícolas operem de maneira eficiente e, portanto, reduz o consumo de diesel e a probabilidade de operações de resgate caras para recuperar o maquinário.

Otimização de operações

Solos bem drenados permitem que os campos sequem mais rapidamente após períodos de chuvas excessivas ou prolongadas. A aplicação de fertilizantes, bem como operações de perfuração e colheita, precisam acontecer dentro de uma janela de trabalho muito pequena, a fim de maximizar o potencial da colheita. A drenagem de terras agrícolas facilita que isso aconteça.

Como realizar a drenagem do solo?

Existem duas opções para sistemas de drenagem. O primeiro é um sistema de drenagem superficial. Nesse caso, um dreno de superfície remove o excesso de água da superfície da terra.

O segundo é um sistema de drenagem subterrâneo. Um sistema de drenagem subterrâneo é usado para controlar o lençol freático no solo. Eles podem ser ralos abertos, que são valas abertas com um lençol freático exposto, ou ralos de canos que são canos enterrados.

Em ambos os casos, os três principais componentes dos sistemas de drenagem são:

Sistema de drenagem de campo

Este sistema é usado para controlar o lençol freático e evitar o encharcamento. Este componente é a parte mais importante do sistema de drenagem. É composta por uma rede que capta o excesso de água do solo. Isso é realizado com o auxílio de drenos de campo. 

Sistema de drenagem principal

Esta parte do sistema de drenagem leva a água da fazenda para o ponto de escoamento. A água vem do sistema de drenagem do campo, escoamento superficial e subterrâneo usando um dreno principal conhecido como córrego canalizado.

Saída

É onde a água de drenagem é conduzida para fora da área e descarregada em outro corpo d’água, como lagos ou rios. A saída exigirá uma estação de bombeamento se os níveis de água em um sistema de drenagem forem mais baixos do que os níveis do corpo d’ água receptor.

Drenagem natural

A melhoria da estrutura do solo também pode ser realizada por meio da adição de matéria orgânica, contribuindo para melhorar a drenagem natural. A adição de matéria orgânica é essencial para manter a sua estrutura e, por isso, é um bom método preventivo que pode ser um grande aliado para evitar o excesso de água superficial e subterrânea.

Nesse sentido, os fertilizantes organominerais, além de contribuírem com a qualidade e produtividade da lavoura de maneira geral, também ajudam a realizar a drenagem natural do solo, uma vez que são compostos ricos em matéria orgânica. Conheça nossos produtos e saiba mais sobre todos os benefícios dos organominerais clicando aqui.

No entanto, existem situações em que estes métodos preventivos não são suficientes, sendo necessário recorrer à drenagem artificial.

Gostou do conteúdo? Siga-nos no Facebook e Instagram para ficar por dentro de todas as nossas atualizações!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Desenvolvido por : produzdigital.com.br