Plantio de soja: 5 dicas para melhorar sua produção

plantio de soja

O plantio de soja exige uma série de cuidados para se obter uma lavoura produtiva e grãos com alto teor de nutrientes. Além das condições climáticas ideais, as técnicas de manejo e insumos utilizados são fundamentais para que as plantas possam alcançar um desenvolvimento saudável e atingir todo o seu potencial produtivo.

Por mais que existam métodos tradicionais e bastante conhecidos para o plantio de soja, algumas práticas podem fazer uma grande diferença no resultado final. Por isso, se você deseja aumentar sua competitividade e garantir uma maior lucratividade, continue a leitura e confira nossas dicas para melhorar sua produção.

O cenário atual da plantação de soja no Brasil

Durante 20 anos, o Brasil foi o segundo maior produtor de soja do mundo. Em 2020, nosso país passou a ser o maior produtor mundial do grão, com uma produção de 126 milhões de toneladas e exportação de 84 milhões de toneladas. Hoje, o Brasil é responsável por 50% do comércio mundial de soja.

Segundo dados da Conab, a produtividade esperada para a safra 2021/22 é de 3.526 kg/ha e uma produção de mais de 140 milhões de toneladas de soja, o que representa um crescimento de 2,5% em relação à safra passada.

Esses dados mostram que há um cenário favorável na agricultura para quem deseja ingressar neste setor ou já é cultivador de soja. De fato, a demanda por soja, tanto no mercado interno quanto externo, é bastante alta.

Mesmo com um cenário positivo e uma demanda crescente, é necessário que os produtores busquem alternativas para alcançar lavouras cada vez mais produtivas e com maior qualidade.

Como melhorar o plantio de soja e alcançar lavouras mais produtivas?

A plantação de soja pode se tornar mais rentável para produtores que observam algumas dicas importantes. Veja o que você pode fazer!

Realize a análise do solo 3 meses antes do plantio

A análise do solo é a principal ação para avaliar a fertilidade para o plantio de soja, permitindo uma melhorar a  tomada de decisão para processos essenciais, como calagem e adubação.

O ideal é que a análise do solo seja realizada 3 meses antes do plantio de soja, devendo ser feita de maneira correta e cuidadosa para garantir resultados seguros. A profundidade da amostragem do solo para culturas anuais normalmente é de 0 cm – 20 cm.

Se a área tem suspeita de acidez em subsuperfície ou você quer saber se há esse risco, faça uma amostragem até 60 cm de profundidade. Além disso, escolha um laboratório de confiança para enviar suas amostras de solo.

Escolha a cultivar mais adequada

A escolha da cultivar pode ser um grande desafio para muitos produtores que desejam realizar o plantio de soja. A cultivar deve oferecer flexibilidade para propiciar o plantio em diferentes condições de solo e clima, de acordo com cada época do ano.

Por isso, é importante escolher uma cultivar que seja adaptada para sua região. Você também pode conferir a época preferencial para semeadura em função da cultivar e do solo. De maneira geral, deve-se considerar os seguintes fatores:

Garanta o espaçamento e profundidade adequados

Identificar a densidade de semeadura e o espaçamento para o plantio é uma tarefa de grande importância para garantir o arranjo espacial ideal das sementes. Geralmente, o espaçamento utilizado é de 0,45 m a 0,50 m (tradicional) e 0,25 m a 0,30 m (mais estreito).

Espaçamentos mais estreitos dificultam a realização de operações de cultivo entre fileiras e a penetração das gotas de pulverizações até as folhas da base do dossel das plantas.A profundidade também é um fator a ser considerado durante o plantio de soja. O ideal é que as sementes sejam plantadas de 3 a 5 cm abaixo do solo.

Aposte no Sistema de Plantio Direto

Segundo a Embrapa, a produtividade média de soja no plantio direto é 20% superior à do manejo de solo convencional. Contudo, o plantio de soja não deve ser realizado somente sobre a palhada.

Para obter todo o potencial, é necessário observar três princípios fundamentais desse sistema:

  • não revolvimento do solo e mínimo nas linhas de semeadura;
  • manter cobertura vegetal viva ou morta de maneira permanente;
  • rotação e/ou associação de culturas, para aumentar a biodiversidade.

Utilize fertilizantes organominerais

O uso de insumos para a correção da fertilidade do solo é essencial para o plantio de soja, assim como para qualquer outra cultura. Os fertilizantes químicos ainda são muito utilizados, mas os organominerais são uma alternativa eficiente para aumentar a produtividade, reduzir custos e promover uma produção mais sustentável. 

Esses insumos oferecem uma série de benefícios para o plantio de soja, como nutrição gradativa e equilibrada de nutrientes, maior capacidade de absorção e retenção hídrica, aumento da matéria orgânica, redução da perda nutricional, dentre outros.

Tudo isso contribui para que a cultura da soja seja mais rentável, produtivo e com resultados comprovados, como:

  • aumento no porte da planta;
  • aumento na massa dos grãos;
  • maiores médias de altura das plantas;
  • maiores alturas de inserção da vagem;
  • maior produtividade.

Quer melhorar sua produção de soja e maximizar sua lucratividade? Conheça nossos organominerais e solicite uma cotação sem compromisso.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Desenvolvido por : produzdigital.com.br