Microbiologia do solo: como os organominerais favorecem a atividade biológica?

Benefícios da Microbiologia

Considerada um dos pilares mais importantes para a produtividade e qualidade das colheitas, a microbiologia do solo está diretamente ligada às características físicas, químicas e biológicas do solo. 

Por desempenhar um papel central no sucesso das lavouras, adotar práticas para favorecer a atividade biológica também é um dos processos que devem fazer parte das suas estratégias de correção do solo.

Neste sentido, os organominerais – por conterem grande quantidade de matéria orgânica – são insumos que contribuem, significativamente, para melhorar a vida do solo. Continue a leitura e saiba mais!

A importância da microbiologia do solo para o sucesso da lavoura

Em conjunto com o clima, topografia, material parental e o tempo, a microbiologia do solo representa um dos cinco fatores que integram as características e produtividade do solo. Os microrganismos do solo podem ser classificados como bactérias, fungos,  arquéias,  algas, protozoários e microfauna.

Todos eles possuem papel fundamental para a manutenção das propriedades do solo, principalmente para favorecer os bons resultados da produção agrícola. A importância da microbiologia do solo se deve, sobretudo, à participação na ciclagem de nutrientes, decomposição da matéria orgânica e fertilidade do solo.

Além disso, os microrganismos também atuam para melhorar a estrutura física do solo, por meio da excreção de substância capazes de cimentar os agregados do solo, contribuindo para o crescimento saudável das plantas e evitando processos de erosão e lixiviação. 

Como as intervenções humanas no solo afetam a microbiologia do solo, pode haver alteração ou diminuição da microbiota. Essas mudanças na atividade biológica trazem sérios prejuízos para o solo, como perda de fósforo, nitrogênio e enxofre, redução na capacidade de armazenamento de água no solo, redução da quantidade de íons de cálcio, magnésio e potássio, além de outros possíveis efeitos negativos.

Como os organominerais favorecem a microbiologia do solo?

Para sua sobrevivência e atividade, os microrganismos do solo necessitam de algum material energético. A matéria orgânica, junto com a água e oxigênio, é a principal fonte de energia para manter os microrganismos vivos no solo.

O problema é que os solos brasileiros possuem baixa matéria orgânica, e a tendência é que ela diminua de maneira gradativa em virtude de práticas agrícolas que provocam a degradação do solo. Para corrigir esse problema, os fertilizantes organominerais são um dos insumos que favorecem a microbiologia.

Isso ocorre porque os organominerais são ricos em matéria orgânica, como os ácidos húmicos e fúlvicos. A matéria orgânica fornecida por essa classe de fertilizantes passa, então, a ser o combustível para preservar a vida e favorece o desenvolvimento de microrganismos benéficos para diferentes culturas.

Além de favorecer a microbiologia do solo, toda a matéria orgânica fornecida pelos organominerais ainda contribui para trazer diversas melhorias, como:

  • solubilização de nutrientes em solos minerais;
  • maior capacidade de troca de cátions (CTC);
  • aumento da capacidade de retenção hídrica;
  • melhoria na fertilidade e produtividade do solo;
  • redução da fixação de fósforo;
  • redução da toxidez de pesticidas e outros defensivos agrícolas.

Disponibilidade gradativa de nutrientes

Além dos benefícios citados acima, os nutrientes da matéria orgânica presentes nos organominerais são liberados de forma gradativa para a microbiologia do solo. Por meio do processo de mineralização, os microrganismos passam a disponibilizar nutrientes essenciais durante todo o ciclo produtivo da planta.

Os fertilizantes organominerais também estimulam a proliferação de microrganismos que irão atuar na solubilização dos fertilizantes minerais e aumentarão a taxa de mineralização, contribuindo para a liberação de mais nutrientes para as plantas, principalmente nitrogênio, fósforo e potássio. Além disso, os organominerais contribuem para evitar a perda de nutrientes pelos processos de lixiviação e volatilização.

Como vimos, os fertilizantes organominerais são importantes aliados na manutenção da microbiologia do solo. E quando a atividade biológica está em equilíbrio, o resultado é um solo mais produtivo e fértil, que irá refletir diretamente na produtividade e qualidade da lavoura. 

Já imaginou obter todos os benefícios dos organominerais para sua produção? Conheça nossos produtos e mantenha a saúde do seu solo sempre viva!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Desenvolvido por : produzdigital.com.br