Como os fertilizantes organominerais melhoram a porosidade do solo?

organominerais

A porosidade do solo é fundamental para garantir uma lavoura com alta qualidade e produtividade, uma vez que contribui, sobretudo, para a aeração e absorção de água e nutrientes pelas plantas. A aeração está diretamente ligada à capacidade de respiração da planta, enquanto a água é responsável por levar os nutrientes até as raízes, ou seja, quanto maior a aeração e absorção de água, melhor será o desenvolvimento da lavoura.

FERTILIZANTES TERRA DE CULTIVO

No entanto, os solos brasileiros são bastante arenosos, ácidos e intemperizados, o que reduz a porosidade natural e, consequentemente, prejudica o desenvolvimento saudável de diferentes culturas. Para corrigir o problema, os fertilizantes organominerais são importantes aliados para melhorar a porosidade e garantir uma colheita mais produtiva e rentável.

Neste artigo, você irá entender melhor como os organominerais contribuem para melhorar a porosidade e as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. Acompanhe!

Como os fertilizantes atuam para melhorar a porosidade do solo?

Os fertilizantes organominerais são resultado da mistura ou combinação entre materiais orgânicos e substâncias minerais produzidas industrialmente. A matéria orgânica presente nesse tipo de fertilizante é capaz de melhorar as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, contribuindo para aumentar a porosidade e a fertilidade do mesmo. Entenda melhor como ele contribui para o solo:

Aumento da absorção de água

A matéria orgânica presente nos fertilizantes organominerais atua como agente agregante das partículas do solo, formando agregados capazes de aumentar a capacidade de absorção e retenção de água durante todo o desenvolvimento da planta. Além disso, há uma melhora na capacidade de infiltração da água e na estabilidade térmica do solo. Tudo isso faz com que a planta tenha maior resistência às secas e possa se desenvolver de maneira saudável.

Melhora de processos fisiológicos

Os fertilizantes organominerais são absorvidos com facilidade pelas plantas por meio de suas raízes e caules. Com uma melhor absorção de nutrientes essenciais para seu desenvolvimento, as plantas passam a apresentar uma melhora na fotossíntese, metabolismo e outros processos fisiológicos. Assim, tornam-se mais resistentes às pragas e doenças, além de apresentar maior vigor na brotação.

Aumento de microorganismos benéficos

A matéria orgânica dos fertilizantes organominerais é capaz de aumentar a população de microorganismos benéficos para as plantas e para o solo. Esses microrganismos passam, então, a contribuir com o desenvolvimento da cultura, ajudando em diversos processos essenciais das plantas, como a mineralização da matéria orgânica e fixação biológica de nitrogênio atmosférico.

Redução da erosão

A matéria orgânica ainda promove a redução da densidade aparente do solo e forma agregados que ajudam a reduzir os riscos de erosão. Dessa forma, ajudam a preservar os nutrientes que se concentram na camada superficial do solo, uma vez que evita a perda dos mesmos pelo processo de lixiviação.

Aumento da capacidade de troca de cátions (CTC)

A capacidade de troca de cátions do solo atua como um verdadeiro depósito de nutrientes. Como os fertilizantes organominerais melhoram a porosidade do solo como um todo, há maior retenção de nutrientes, ou seja, ocorre um aumento na capacidade de troca de cátions. Isso reduz as perdas de nutrientes essenciais para a planta e contribui para a  absorção gradativa dos nutrientes decorrente da ação mineralizadora da matéria orgânica.

Fertilizantes organominerais: o caminho para uma agricultura mais sustentável

Além de contribuírem para melhorar a qualidade e produtividade da lavoura, os fertilizantes orgânicos também representam uma alternativa sustentável às práticas agrícolas. Em relação à porosidade do solo, especificamente, eles ajudam a reduzir o consumo de água e o uso de fertilizantes químicos.

A agricultura é um dos setores que mais consome água no mundo todo. No Brasil, onde há um território irrigável de aproximadamente 30 milhões de hectares, o setor agrícola é responsável pelo consumo de 72% da água disponível no país.

Diante desse cenário, os organominerais surgem como um insumo capaz de reduzir o consumo de água em grandes e pequenas plantações, uma vez que pode reter de 8 a 14 vezes mais água do que o seu próprio volume, promovendo maior tempo de umidade do solo, além de evitar o desperdício e uso excessivo de água.

Quer contar com todos os benefícios dos fertilizantes organominerais para sua lavoura? Conheça nossos produtos, comprove nossos resultados e garanta uma lavoura mais produtiva, rentável e sustentável.

A Terra de Cultivo possui os certificados ISO 14001 e IBD, comprovando nosso compromisso em atuar com responsabilidade ambiental e contribuir com a produção de insumos sustentáveis.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Desenvolvido por : produzdigital.com.br