Plantação de arroz no Brasil: saiba como garantir altas produtividades

plantação de arroz no Brasil

A plantação de arroz no Brasil é uma excelente alternativa para produtores que desejam obter culturas mais rentáveis. Como o arroz faz parte do cardápio diário dos brasileiros, sua demanda interna é bastante alta e o cultivo do alimento pode representar maior lucratividade no cenário agrícola.

Para implementação da plantação de arroz, é necessário que o produtor conheça as medidas de manejo adequadas, visando uma maior produção e a qualidade dos grãos. para te ajudar nessa missão, separamos as principais dicas para garantir alta produtividade na sua lavoura. Acompanhe!

O cenário da plantação de arroz no Brasil

O arroz é o terceiro cereal mais produzido no mundo, ficando atrás somente do milho e do trigo. Atualmente, o maior produtor de arroz é a China, seguido da Índia e Indonésia. Fora do continente asiático, o Brasil é o maior produtor e consumidor de arroz no mundo.

Segundo estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Brasil deve produzir cerca de 11 milhões de toneladas de arroz na safra 2020/21. O Rio Grande do Sul é o maior estado produtor, Minas Gerais ocupa a 3ª colocação no ranking de maiores produtores de arroz do país.

A plantação de arroz no Brasil é realizada de duas formas principais: o arroz de várzea, por meio do sistema de irrigação controlada, principalmente na região Sul do Brasil); e o arroz de de sequeiro, plantado sem que o solo seja submerso, sendo predominante na região do Cerrado e no Centro-Oeste do país. 

Como garantir uma plantação de alta qualidade e produtividade?

Antes de iniciar a plantação de arroz é importante considerar alguns aspectos importantes para uma lavoura produtiva e rentável. Confira a seguir!

Local e época de plantio

A plantação de arroz deve ser realizada em solos preferencialmente planos, já que contribui para o correto desenvolvimento da cultura e facilita a colheita no fim do ciclo da cultura. Além disso, como o arroz necessita de água em abundância, o ideal seria plantá-lo próximo a rios, lagos ou locais com fácil acesso à água.

A época de plantio também é extremamente importante. A escolha correta da época de semeadura está diretamente relacionada a altas produtividades na plantação de arroz, já que determina o estande inicial do cultivo e as prováveis condições climáticas que a cultura será exposta durante o seu ciclo. No calendário agrícola, é possível observar as melhores épocas de plantio de acordo com cada região.

Escolha da cultivar

A escolha da cultivar deve ser realizada com base no sistema de plantio, região e características do solo. Na cultura do arroz, o potencial genético da cultivar é responsável por 50% do rendimento final da lavoura. Por isso, a escolha correta faz toda a diferença no resultado final.

Aqui, além de escolher sementes de boa procedência, é preciso ficar atento às características das cultivares, observando pontos importantes, como:

  • Adaptação da cultivar à região;
  • Ciclo da cultivar;
  • Resistência à pragas e doenças;
  • Experiência de outros produtores.

Sistema de semeadura

A semeadura em sistema de plantio direto é a técnica mais recomendada para a plantação de arroz no Brasil. Geralmente, as sementes são distribuídas diretamente no solo, seja na forma de sementes secas ou pré-germinadas, devendo seguir os cuidados adequados de acordo com o manejo escolhido.

No sistema pré-germinado, o mais comum, é importante realizar a adubação da lavoura e inundação antes da semeadura. De maneira geral, as sementes devem ser enfileiradas em intervalos de no máximo 10 cm, com um espaço de  cerca de 30 cm entre cada fileira. Para a semeadura, mantenha uma lâmina de água de 5 cm.

Irrigação

Para um desenvolvimento saudável, a plantação de arroz exige grande disponibilidade de água. Nesses casos, as chuvas não são capazes de suprir as necessidades da planta, sendo necessário realizar a irrigação.

O ideal é iniciar a irrigação com banhos e posteriormente a inundação do solo. A época varia de acordo com o cultivar utilizado: para cultivares de ciclo curto, a irrigação deve iniciar de 15 a 20 dias após a emergência; já para cultivares de ciclo longo, a irrigação pode ser realizada de 25 a 30 dias após a emergência.

Rotação de cultura

Por retirar grande quantidade de nutrientes do solo, a plantação de arroz no Brasil não deve ser realizada em safras consecutivas, já que isso resultaria em queda de qualidade e produtividade.

O mais recomendado é fazer rotação de culturas, como soja ou milho. Além disso, é importante limpar os restos da cultura após a colheita do arroz, visto que eles demoram para se decompor e podem dificultar a germinação das próximas sementes.

A importância do uso de fertilizantes de qualidade

Como citamos anteriormente, o arroz é uma cultura com grande necessidade nutricional. A acumulação de nutrientes na cultura do arroz irrigado segue a seguinte ordem> K > N > Ca > P > Mg > Fe > Mn > Zn > Cu.

Para se ter uma ideia, a produção de uma tonelada de grãos de arroz irrigado demanda 20 kg de N, 34 kg de K e 4,5 de P. Ainda que os macronutrientes sejam necessários em maior quantidade, os micronutrientes são igualmente essenciais para o correto desenvolvimento das plantas.

Para fornecer a nutrição adequada, é de grande importância contar com fertilizantes de qualidade. A Terra de Cultivo comercializa organominerais de qualidade que disponibilizam os nutrientes de forma gradativa, oferecendo uma nutrição mais eficiente e equilibrada durante todo o desenvolvimento das plantas, além de diversos outros benefícios.

Conheça melhor os diferenciais dos nossos produtos para sua lavoura de arroz!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Desenvolvido por : produzdigital.com.br